Chuva torrencial e alagamentos deixam Luzerna em estado de alerta  

Temporal que se abateu sobre o município nesta terça-feira provocou queda de barreiras, sobrecarregou as galerias pluviais e causou transtornos ao comércio e à população

RODRIGO LEITÃO
jornalismo@raizesdiario.com.br

A prefeitura de Luzerna anunciou, nesta quarta-feira, que deu início à reestruturação das galerias pluviais, todas elas sobrecarregadas pelas constantes chuvas dos últimos três meses e que não suportaram a força das águas durante o temporal desta terça-feira. Segundo o secretário de Gestão e vice-prefeito do Município, Juliano Schneider, as galerias pluviais da cidade são antigas, com tubulação limitada e hoje estão refletindo o crescimento urbano, com pouca vasão e escoamento diante de uma população e uso de vias muito maior do que na época em foram construídas. Um problema similar ao que ocorre no centro de Joaçaba.

De acordo com Schneider, desde a tarde de terça-feira a infraestrutura da prefeitura está direcionada a desentupir as galerias e a remover barreiras que caíram em várias vias urbanas e rurais. “Temos um grave problema com essas galerias antigas. E quando dá essa chuva muito forte, não vence. Claro que dentro do nosso orçamento, estão sendo tomadas todas as medidas e vai ser sim realizada algumas mudanças nas galerias”, informou o gestor.

O secretário de Gestão adiantou, ainda, que existem projetos de desvio de água, para evitar novos alagamentos, mas que isso vai depender de recursos que serão buscados em outras fontes oficiais, “já que o município não dispõe de tudo”, ressaltou o vice-prefeito.

De acordo com ele, tudo que estiver dentro do orçamento de Luzerna será feito de imediato. “Mas nós já estamos correndo atrás de verbas extras. Ontem mesmo (quarta-feira, dia 13), já conversamos sobre como buscar esses recursos fora e desafogar as galerias antigas com um novo sistema. Conseguindo que a água chegue até o rio, sem prejudicar os moradores.”

Juliano Schneider disse que, pelo grande volume de água concentrada pela chuva desta ter-feira, em Luzerna, mesmo que o sistema pluvial da cidade fosse mais moderno não suportaria a vasão. “Eu tenho quase certeza que haveria alagamento, porque foi um volume muito grande”. Ele explicou que o empenho é para o Município e elogiou a participação dos vereadores que acompanharam e se dispuseram a ajudar.

“Temos que tomar essas medidas o quanto antes, para que a população não venha a sofrer danos que prejudiquem financeiramente suas moradias”, enfatizou Juliano Schneider. Segundo ele, houve queda de barreiras na ligação rodoviária entre Luzerna e Joaçaba e que em alguns locais do interior do município também houve estragos. “Foram quedas de barreiras, bueiros que trancam, pedras que rolam. Isso provoca transtornos mas, felizmente, sem maiores danos, principalmente à população”, disse o secretário.

Schneider disse que as máquinas já estão nas ruas para reformar os bueiros que cederam e desobstruir os pontos de quedas de barreira. “O importante é amenizar o quanto antes possível. Estamos com trabalho incessante, mas dependemos do tempo. Assim que o tempo for melhorando, vamos deixando tudo em ordem”, conclui o secretário de Gestão e vice-prefeito de Luzerna.

REUNIÃO
Na manhã desta quarta-feira, o prefeito Moisés Diersmann e o vice-prefeito Juliano Schneider reuniram as equipes de Engenharia e Planejamento, bem como do Setor de Obras, para dar uma solução ao escoamento da água da chuva que acumula no Campo do Vitória e imediações. Foi definido pela administração municipal que haverá investimentos em uma nova galeria e melhorias na drenagem pluvial já existente. A medida tem por objetivo minimizar os impactos provocados pelas enxurradas. Os trabalhos deverão iniciar o mais breve possível.

Na terça-feira, equipes da prefeitura trabalharam em três frentes de serviço para atender aos pedidos da comunidade. Ontem pela manhã foi feita a finalização das atividades iniciadas.

TEMPO
De acordo com a Epagri-Ciram, órgão estadual responsável pelo monitoramento das condições climáticas, a próxima estação, Outono, deverá ser chuvosa em todo o Estado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *