Prefeitura tem R$ 20 milhões para investir em obras em Joaçaba

 Prefeito Dioclésio Raginini diz que vários projetos já estão em andamento e que alguns aguardam o resultado da arrecadação de janeiro e fevereiro para ter início, a partir de março. Recursos contemplam desde de realização de sistema de esgoto até pavimentação de ruas e serviços voltados para coleta de lixo e trânsito

Cláudia Mota e Rodrigo Leitão
jornalismo@raizesdiario.com.br

A prefeitura de Joaçaba está com um cronograma de obras que pretende dar uma remodelada no município até o final de 2019. São mais de R$ 20 mulhões em recursos próprios no caixa da Prefeitura, conforme adiantou ao RD Comunicação o prefeito Dioclésio Ragnini (PSDB). Ele explicou que se trata de um dinheiro em caixa, mas que 70% deste orçamento já estão comprometidos com obras já em andamento, como o asfaltamento da Rua Felipe Schmidt (foto), no centro da cidade. A seguir, veja os principais trechos da entrevista concedida pelo prefeito de Joaçaba.

CENTRO DE INOVAÇÃO
“Esse dinheiro é um dinheiro que existe no Caixa e pelo menos 70% dele estão comprometidos com obras e outros serviços como licitações e lixo. Além disso, nesse montante R$ 7 milhões já estão destinados, comprometidos, para o Centro de Inovação, as obras de esgoto da Av. Caetano Branco e da Santa Terezinha, cujo orçamento está perto de R$ 2,8 milhões e está incluso nestes sete. Tem convênios com o Trânsito, convênios com o ZIP e por aí a fora. Estes recursos já estão comprometidos, assegurados para estas obras e serviços. Ele já vem com uma rubrica, não se pode mexer neste valor a não ser para isto.”

ARRECADAÇÃO
“Destes R$ 20 milhões, sobrariam R$ 13 milhões e nós já temos todas essas obras que estão em andamento e que nós temos que pagar. Então temos uma sobra de R$ 4 milhões para investimento ainda este ano. E nós não estamos investindo esse valor inicialmente porque estamos esperando para ver como se comporta a arrecadação de janeiro e fevereiro, saber se ela se mantém, se conseguimos pagar as despesas, porque são meses até certo ponto, ruins de arrecadação. Então, não podemos comprometer esses valores, inicialmente, sem saber o comportamento da arrecadação de janeiro e fevereiro. A partir de destes dois meses, com esses valores de arrecadação e despesas se mantendo, nós começamos a partir de março, aí sim, investindo esses aproximadamente R$ 4 milhões em obras. Mas temos de deixar bem claro que só no Oswaldo Pires e Haro, que é aquela rua que liga a ADM ao Nossa Senhora de Lurdes (subida do morro) vão aproximadamente R$ 2 milhões. E esses dois milhões nós vamos tirar daí. É um dinheiro que já está guardado para essa obra.”

SAÍDA SUL
Essa obra faz parte daquele projeto da Caetano Branco com a Santa Terezinha, que é do governo do Estado. Essa obra já está dentro do orçamento do governo do Estado, que é para ser feita este ano. Ela vai pegar lá de Luzerna, do Seminário, vem aqui pelo centro de Joaçaba, inclusive, segue para a Santa Terezinha e vai dar lá na BR-282, no Trevo para Capinzal. Esse projeto é separado destes recursos que temos em caixa.”

ANTONIO NUNES VARELA
Esse é um financiamento que estamos iniciando do projeto para toda a Av. Antonio Nunes Varela. Da Vila Cordazo até o Armindo Haro de Medeiros. E aí ligando por trás do Aeroporto, no Bairro João Pires. Nós temos alguma coisa desse caixa para por no Jardim Itália, saindo por trás até a garagem da Prefeitura. Vamos ver se conseguimos adaptar todos os recursos para ver se vamos conseguir fazer tudo. Mas isso é com empréstimo. Não está vinculado ao caixa de R$ 20 milhões de recursos próprios. Para realizar esta obra, nós vamos fazer um empréstimo. Eu imagino que esse orçamento deva ficar na casa dos R$ 10 milhões.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *