Neymar teria pedido 5 vezes para voltar ao  Barcelona

Pai do jogador desmente e diz que notícia é “fake news”, mas fontes próximas ao craque da Seleção Brasileira confirmaram as conversas, que iniciaram no fim da última temporada

A suposta insatisfação de Neymar vestindo a camisa do Paris Saint-Germain e a possibilidade de retorno do craque ao Barcelona voltaram a ser assunto na imprensa espanhola. Dessa vez, foi o jornal “El Mundo” que abordou o tema, revelando que o brasileiro e seu staff mantiveram contato com a diretoria do clube catalão e chegaram a ligar cinco vezes “implorando” por uma repatriação cerca de um ano e meio depois da saída.

De acordo com a publicação, fontes próximas ao camisa 10 da Seleção Brasileira confirmaram as conversas, que iniciaram no fim da última temporada europeia e se estenderam ao longo dos últimos meses, inclusive do pai de Neymar com o presidente Josep Maria Bartomeu e dirigentes. “Em cinco ocasiões os contatos aconteceram com um único objetivo: pedir, suplicar que deixem Neymar voltar ao Barcelona”, diz o jornal.

ARREPENDIMENTO
A tônica dos representantes do brasileiro na tentativa de justificar um possível retorno teria sido a de considerar um erro a transferência para o Paris Saint-Germain, ressaltando a insatisfação e o arrependimento do próprio atleta com a escolha. Além disso, o jornal revela críticas do pai de Neymar aos franceses, alertando que não há um bom projeto esportivo por parte do clube.

Mesmo sem revelar o posicionamento da diretoria catalã quanto às tentativas por parte da família do brasileiro, o veículo espanhol afirma que não há a menor possibilidade de retorno sem que Neymar se disponha a retirar a ação judicial que move contra o Barça solicitando os bônus pela renovação de contrato antes de firmar sua saída para o PSG.

Motivado a sair da sombra de Messi e assumir o protagonismo para liderar o projeto ambicioso do clube francês em busca de um título da Liga dos Campeões, Neymar deixou a Espanha em agosto de 2017 por 222 milhões de euros (cerca de R$ 820 milhões na cotação da época). O contrato do camisa 10 junto ao PSG é válido até 2022.

REZA
O volante Arthur não escondeu o desejo de um dia jogar ao lado de Neymar no Barcelona. Em entrevista publicada pelo jornal Mundo Deportivo nesta quarta-feira, o jogador de 22 anos fez seu “pedido de Natal” e revelou que reza para que o atacante deixe o Paris Saint-Germain e retorne ao clube espanhol.

“Pessoalmente, estou rezando para que ele volte, porque é um craque, indiscutível, e penso que quantos melhores jogadores a equipe tiver, melhor será. Estou torcendo muito para que venha, mas ele tem a sua vida, sabe o que faz. Não sei o quão profunda é a negociação, se há a possibilidade de vir ou não. Mas é um amigo pessoal e um profissional que admiro muito”, declarou.

LOUCURA
Enquanto o desejo não se realiza, Arthur se contenta em atuar ao lado dos outros craques do elenco catalão. O principal deles, sem dúvida, é Lionel Messi. E por mais que já esteja atuando ao lado do argentino há seis meses, o brasileiro admitiu que às vezes ainda se surpreende com esta “loucura”.

“É uma mistura de felicidade e loucura. Há pouco tempo, eu estava imaginando quando o veria jogando pela televisão. E agora, ver-me entre tantos craques, como Messi, Piqué, Busquets… Tenho que ficar me beliscando para ver que é verdade que estou jogando ao seu lado”, comentou.

Foi justamente Messi, aliás, o responsável pelo principal elogio feito a Arthur neste início de trajetória, quando o argentino disse que o brasileiro era o jogador que mais havia o surpreendido entre os contratados na virada da temporada e ainda o comparou a Xavi.

“Achei que era piada, porque meu pai sempre brinca muito e foi ele quem me contou. Mas ele disse que não, que era verdade. Fui para o computador, vi por escrito e o vídeo. Fiquei surpreso. Receber estes elogios do melhor jogador da história… Para mim, foram dez minutos de glória, fiquei deslumbrado. Os elogios ajudam porque me dão confiança. Só tenho que agradecer o carinho que ele sempre teve por mim”, apontou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *