SACA ROLHA: Merlot para acompanhar caldos e pratos de inverno

Rodrigo Leitão
jornalismo@raizesdiario.com.br

Com o frio intenso dos últimos dias o vinho surge como a melhor opção de boa bebida para acompanhar os pratos quentes da culinária de inverno e aquecer as palavras na conversa com familiares e amigos. Seja em casa ou nos bares e restaurantes, pedir um bom vinho é opção fundamental para garantir uma boa noite. E qual vinho pedir? Fiz uma consulta às gôndolas da Adega do Supermercado Colmeia Frei Bruno e selecionei quatro rótulos elaborados com uva Merlot.

Gosto muito da uva Merlot, porque é a cepa francesa tinta que melhor se adaptou ao solo brasileiro e não compromete quando expandimos o terroir para os demais países do Cone Sul. A Merlot é a grande uva do lado direito do Rio Bordeaux, na região do Mèdoc e é responsável por algumas obras-primas do vinho francês e mundial. O famoso Petrus, por exemplo, é feito 100% com uva Merlot e só é lançado quando a safra é excepcional. Além dele, os clássicos Premier Cru Classé, como o Château Latour, Mouton Roths¬child e Lafite Rothschild, possuem a Merlot no blend.

Aqui em Joaçaba encontrei  esses quatro rótulos que, presumo, podem agradar aos bolsos e paladares de todos, sem comprometer a escolha. São todos vinhos trazidos ao Brasil pela importadora Cantu e podem ser adquiridos entre R$ 30 e R$ 72.

Ande de falar de cada um deles, vale ressaltar que a uva Merlot é tida como uva bordalesa, mas há registros de Merlot no Cáucaso, há 6 mil anos. Quando madura, produz um vinho redondo e aveludado. Seus aromas mais comuns são de trufas, ameixa, cereja preta, framboesa e groselha. Por ser uma uva com ótima acidez, vai acompanhar bem caldos condimentados, gordurosos e à base de molhos pomodoro. Também auxilia carnes magras e queijos medianos, bem como massas e pizzas.

Vamos aos vinhos!

LOMA NEGRA MERLOT 2016 (R$ 30,99) – Vinho de entrada de uma das vinícolas mais premiadas do Chile, a Família Luis Felipe Edwards. É um vinho com características mais quentes, produzido no Vale Central do Chile. Foi criado como vinho jovem, para ser degustado logo e não pede guarda. É um vinho frutado, exalando cerejas maduras, ideal para acompanhar carnes vermelhas, pato, frango grelhado e ensopado, cordeiro ensopado, queijos médios e massas, da pizza ao espaguete ao sugo.

 

ALTANERO MERLOT 2017 (R$ 31,90) – Aqui está um vinho muito fácil de beber. Ele não requer pompas e circunstâncias, é feito como vinho jovem , para abrir e saborear. É produzido no Vale do Maule, uma das melhores regiões produtoras do Chile. Tem uma cor fechada, de rubi intenso e aromas de frutas vermelhas maduras. É um vinho redondo, com taninos macios e acidez média. Nota-se uma suave doçura. Um vinho mineral, que permite acompanhar uma tilápia mais temperada. Combina bem com massas ao sugo e queijos Golda, Minas, Colonial.

ALMA ANDINA MERLOT 2017 (R$ 31,99) – Esse vinho já traz uma pegada diferente dos outros dois chilenos. É um vinho argentino, produzido na região de Maipú, em Mendoza e está pronto para ser consumido. Você pode até esperar uns 20 minutos em decanter, para apreciá-lo totalmente aberto. Fica melhor se degustado com caldo de cordeiro, contrafilé, frango ensopado com batata e bem temperado. O terroir argentino proporciona até uma pontinha de pimenta no final de boca. É possível verificar mais herbáceos como pimentão verde também.

MARQUIS DE ROTHBERG 2012 (R$ 72,99) – Mudando totalmente de origem, voltamos à França. Mais precisamente ao sul de Bordeaux. Esse é um vinho mais velho, com guarda de dez a doze anos, portanto em seu auge. Aqui a Merlot aparece diferente, mais dócil, mais aveludada, com taninos macios e acidez bem equilibrada. Trata-se de um vinho mais robusto, feito para acompanhar carnes vermelhas e caça. Tem teor alcoólico mais baixo, 12,5%, o que favorece suas frutas maduras. É um vinho equilibrado e delicado para você servir aos grandes amigos. Não se esquente com a rolha sintética, isso também faz com que ele custe menos.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *