Luzerna é o segundo município do Estado a implantar o Programa Juro Zero Municipal

Luzerna – Com o objetivo de fomentar o acesso ao crédito para microempreendedores individuais (MEI) e microempreendedores (ME) instalados no município será lançado nesta sexta-feira (25) o Programa Juro Zero Municipal em Luzerna. O município é o segundo do Estado a implantar o programa, existente atualmente apenas em Florianópolis. O lançamento está marcado para as 9h30 na Câmara de Vereadores.

O Programa Juro Zero Municipal é uma parceria entre a prefeitura e o Banco do Empreendedor. De acordo com a agente de crédito responsável pelo atendimento em Luzerna, Andréia Maia, o programa é baseado no que foi criado pelo governo do estado para incentivar as pessoas que trabalhavam na informalidade, a fim de incentivá-las à formalização. “Esses pequenos e microempreendedores acabavam tendo um giro grande e, por isso, não constituíam empresa. Aí o programa surgiu para incentivar a criação de MEI’s com redução de impostos, crédito facilitado etc. O Banco do Empreendedor é o maior repassador do programa em todo o Estado”, comenta.

Maia ressalta que, na metade do ano passado, recebeu um vídeo sobre o lançamento do juro zero municipal implantado em Florianópolis, que foi o piloto. “E o prefeito Moisés, como sempre, nos recebeu muito bem, aceitou novas ideias, ouviu sobre o programa, teve interesse em saber como funcionava, recebeu posteriormente o diretor do Banco do Empreendedor, conversou, se inteirou dos trâmites e abraçou a ideia”, completa.

Segundo a agente, cada município estabelece a forma de operar o programa. Em Luzerna foi instituída a Lei Municipal nº 1.548 de 21 de novembro de 2017, cujo Decreto nº 2.483 de 27 de novembro de 2017 regulamenta a lei mencionada. “Estou feliz porque o prefeito nos recebeu, nos ouviu e abraçou essa ideia e mais feliz ainda porque a região Meio Oeste se destacará em Santa Catarina mais uma vez através do município de Luzerna que já vem se destacando em tantas outras áreas”, reitera.

Para o prefeito Moisés Diersmann, o programa proporciona mais uma oportunidade para o pequeno empreendedor ter um crédito atrativo a fim de melhorar seu negócio. “Em época de dificuldade para empréstimo e juros nada baixos, ter um juro zero no financiamento permitirá uma grande melhoria nos pequenos negócios”, considera.

Os créditos/empréstimos concedidos aos microempreendedores individuais e microempreendedores serão quitados da seguinte forma: Para os valores até R$ 3 mil, os créditos serão quitados em oito parcelas, sendo a última paga pela prefeitura, caso haja quitação em dia das sete parcelas iniciais; Para os valores até R$ 5 mil os créditos serão quitados em 12 parcelas, sendo as duas últimas pagas pela prefeitura, caso haja quitação das dez parcelas iniciais.

O valor contratado será liberado numa única parcela. Quem captou recursos do programa em nível estadual pode obter recursos pelo programa no município.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *