Melhor Carro Elétrico

Nissan LEAF 2018  é eleito em avaliação da revista inglesa Diesel Car & EcoCar em disputa com outros 175 veículos. Modelo vem com motor elétrico de 150 cavalos de força e 32,6 kgfm de torque

 

Rodrigo Leitão
jornalismo@raizesdiario.com.br

Uma nota de cinco estrelas, conquistada após aferição criteriosa por teste de rodagem completo, numa disputa entre 175 veículos abastecidos com eletricidade, na Inglaterra. Esse foi o resultado da premiação anual promovida pela revista Diesel Car & EcoCar, para o novo Nissan LEAF 2018, eleito como ‘Melhor Carro Elétrico’ (‘Best Electric Car’). A análise se deu por meio de condições de uso reais, com os carros trafegando em todas as condições climáticas possíveis durante os testes. O novo LEAF recebeu pontuação máxima de cinco estrelas em segurança após passar por avaliação através dos novos protocolos de teste Euro NCAP 2018.

“Desde que chegou ao Reino Unido, em 2011, o LEAF definiu um padrão com o qual todos os outros veículos elétricos produzidos em série passaram a ser comparados. Enquanto as outras montadoras estão trabalhando para lançar sua primeira geração de veículos elétricos, os jurados da revista Diesel Car & EcoCar estão dando um reconhecimento para nosso LEAF de segunda geração, consolidando assim a posição do modelo como referência no segmento”, comemorou o Diretor Geral da Nissan Motor Grã-Bretanha, Alex Smith.

A recarga do LEAF ficou significativamente mais rápida, já que 80% da carga bateria é recuperada em menos de 1 hora. Também a melhor performance e o design muito mais atraente certamente farão do modelo um dos queridinhos do segmento. Apesar de os veículos elétricos terem sido inicialmente adotados pelos consumidores atraídos por novidades ou como um segundo carro, a última geração do LEAF oferece a propulsão elétrica como opção para um público muito maior.

Para o Editor da revista Diesel Car & EcoCar, Ian Robertson, para quem busca um referencial do segmento de veículos elétricos, não pode deixar de dar uma olhada no novo LEAF. “E, se fizer isso, verá o grande progresso que a Nissan conseguiu com a última geração do modelo, que agora ostenta ainda mais autonomia”, justificou o jornalista especializado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *