Corinthians corre atrás de Diego Tardeli

A diretoria do Corinthians está entrando num túnel onde ainda não consegue ver a luz. Depois de perder Jô para o futebol japonês, o clube segue em busca de um reforço para o ataque, mas enfrenta dificuldades. A cúpula alvinegra aponta falta de opções disponíveis e vê o mercado inflacionado no Brasil.

Na última sexta-feira, o gerente de futebol do Timão, Alessandro Nunes, e o diretor Duílio Monteiro Alves informaram que a solução está cada vez mais difícil, mas revelaram que há interesse em repatriar Diego Tardelli, que tem interesse em retornar ao Brasil para tentar uma vaga na Seleção Brasileira que vai disputar a Copa da Rússia, em junho.

Os cartolas confirmaram que buscaram informações sobre o jogador, que tem contrato até janeiro de 2019 com o Shandong Luneng, da China, mas apontaram o alto salário dele como o principal entrave. Alessandro e Duílio fizeram elogios ao atleta, mas negaram qualquer reunião com o empresário dele, Giuliano Bertolucci.

A intenção do Corinthians é fechar o elenco antes da estreia do clube na Copa Libertadores, dia 28 de fevereiro, mas a diretoria admite que isso está cada vez mais difícil. O clube tem até o dia 25 para enviar a lista de inscritos para a primeira rodada à Conmebol.

Alessandro e Duílio reforçaram que não farão loucuras na busca por um camisa 9. Em entrevista à “ESPN Brasil”, o diretor ainda respondeu sobre Paolo Guerrero, do Flamengo, e Alan Kardec, que está no Chongqing Lifan, da China.

“No caso do Kardec não, o Corinthians nunca teve contato com ele, não foi falado o nome. No caso do Guerreiro, é mesma coisa, ele tem contrato com o Flamengo, existe uma punição, não sei quando ele pode voltar ao futebol. (Não há interesse) Mesmo porque a gente está trabalhando para que consiga reforçar o grupo o quanto antes”, declarou Duílio.

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *