Tecnologias para seu Home Theater

Os aparelhos de TV estão trazendo cada vez mais sofisticação e tecnologia para sua sala de estar. Hoje, a TV faz parte de qualquer decoração em casa, principalmente se for uma dessas novas Oled ou 4K, sem falar nas smart. Mas qual delas devo comprar para assistir as transmissões diárias da TV aberta, das TVs por assinatura ou canais específico de filme do tipo Amazon ou Netflix? Essa é uma pergunta difícil de responder, pois cada fabricante direcionou sua mídia para um fim específico. Lembrando sempre que no Brasil ainda não se produz e nem se transmite em 4k, que nos Estados Unidos ne todas as emissoras utilizam essa formatação e que no Japão, onde surgiu essa tecnologia, a 4k não está em todos os lares.

As tecnologias 4K e OLED têm protagonizado o avanço tecnológico do mercado das TV e hoje é praticamente impossível falar de inovação sem citá-las. Porém, as novidades despertam várias interrogações: afinal, o que é uma TV 4K ou OLED? Qual delas é a melhor? Quais são as vantagens e desvantagens de ambas?

O termo 4K, ou Ultra High Definition (UHD), já existe há algum tempo, mas vem se popularizando no Brasil desde 2014, com a chegada de TVs desse porte nas lojas. No mesmo ano, foi lançada a pioneira TV 4K da Panasonic no mercado brasileiro com preço nada agradável de R$ 22 mil. Diferente da OLED, 4K, na verdade, é um sistema de transmissão que não chega a ser considerado “nova tecnologia”, já que representa somente um padrão de resolução aprimorado.

Progresso – Ao contrário da resolução 4K, pode-se dizer que o surgimento do OLED caracteriza, realmente, um progresso na tecnologia de aparelhos televisores. Isso porque esses modelos não utilizam luz traseira: OLED são LEDs formados por camadas de compostos carbônicos que emitem luz própria e tornam possível a fabricação de TVs extremamente finas e bem mais leves, como a primeira tela curva da LG.

Assistindo numa TV OLED o usuário terá ângulos de visão maiores com melhor brilho e contraste, além da tela reproduzir cores muito mais naturais do que qualquer outra que existe no mercado atualmente. O material orgânico utilizado nessas telas (chamado iodo emissor de luz) também diminui consideravelmente o consumo de energia elétrica.

 

ESPECIFICAÇÕES 4K

A TV 4K se diferencia por exibir uma quantidade de pixels – pontos finos que formam a imagem – extremamente superior às demais. O nome “4K” UHD deve-se aos quase oito milhões de pixels que compõem a imagem exibida pela tela de maior dimensão deste padrão, lembrando que quanto mais “pontinhos” a tela tiver, mais nítida e claramente veremos a imagem da TV.K

Para entender o salto qualitativo que a tela 4K trouxe, basta comparar o seu padrão de resolução aos anteriores. Então o padrão UHD conta com 2060p – 3840×2160, TVs de tubo “SD” tinham 480p – 640×480; Widescreen “HD” 720p – 1280×720; e Full HD 1080p – 1920×1080. Os modelos com essa última resolução são consideradas padrão de alta qualidade, porém o número de pixels e o tamanho da imagem de uma tela 4K é quatro vezes maior.

A qualidade é top, sem dúvida, mas a desvantagem começa no preço de venda fora da realidade popular, dado o alto custo de fabricação. Com isso, dificilmente as telas 4K UHD irão se popularizar a ponto de substituir as TVs Full HD. Além disso, para transmitir o conteúdo em 4K é necessário que as imagens também tenham sido captadas por câmeras com sensor deste formato, limitando a produção de conteúdos com a super qualidade desejada – seria interessante se tivessem um conversor integrado.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *