Chineses entram na briga com caminhões leves

A JAC Motors, montadora chinesa que está no Brasil há alguns no segmento de utilitários esportivos, sedãs, compactos e médios, está desembarcando no Brasil uma carga com mais de 4.800 unidades de seu “caminhãozinho” V260. Várias praças que distriubuem e comercializam a marca estão recebendo uma caravana que apresenta ao mercado de cargas leves um bom caminhão de pequeno porte, enquadrado na categoria de Veículo Urbano de Carga (VUC), com PBT de 3,5 toneladas.

O preço é convidativo, custa a partir de R$ 70 mil e concorre diretamente com os líderes do segmento Hyundai HR e Kia Bongo. O V260 chinesinho é equipado com motor turbodiesel 2.0 de 103 cv, 26 kgfm de torque e transmissão manual de seis marchas. De acordo com o fabricante o utilitário tem velocidade máxima de 130 km/h.

Para fazer frente aos concorrentes, a JAC se baseia num cálculo que abrange um valor de quase R$ 4 mil a menos que os sul-coreanos, além de oferecer ar-condicionado como item de série. Diante disso, ela argumenta que os concorrentes equipados com a refrigeração custariam pelo menos R$ 7 mil a mais que o V260.

A chegada do modelo no apagar das luzes de 2017 tem suas razões. A JAC está contando os dias para terminar o período do programa Inovar Auto, que se encerra em 31 de dezembro. Daí, a partir de janeiro o governo não irá sobretaxar importadores que excederem o teto de 4.800 unidades anuais. Diante do novo cenário, a marca espera ampliar suas vendas para 10 mil unidades em 2018, com a inclusão não apenas do VUC, mas também de novos modelos como a versão automática do aventureiro T40 e até mesmo uma picape média com motor diesel e tração 4×4, com proposta para trabalho na faixa dos R$ 100 mil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *